terça-feira, 24 de outubro de 2017

24/10 - Aniversário de Bragança Paulista, Goiânia, Itapira, Manaus e Patos/ Escola de Aprendizes-Marinheiros/ Filosofia Transcendental/ Igreja Cristã Primitiva/ Sputnik 22 e saiba +

24/10/2017
Aniversário dos municípios brasileiros de Bragança Paulista, Goiânia, Itapira, Manaus e Patos


1848Manaus é elevada à categoria de cidade.
1857 — Criação das Escolas de Aprendizes-Marinheiros de SC e de PE
1930 — O presidente Washington Luís é deposto, ponto culminante da Revolução de 1930, conduzindo Getúlio Vargas ao poder.
1933 — Lançamento da pedra fundamental de Goiânia, capital de Goiás.
1941 — A Sociedade de Filosofia Transcendental assume a denominação de Igreja Cristã Primitiva conforme publicação no Diário Oficial do Estado do RS.
1945 — Criação da Organização das Nações Unidas (ONU). O Brasil faz parte dos primeiros 27 signatários.
1962 — O foguete soviético Sputnik 22 é lançado com destino a Marte
1964 — Independência da Rodésia do Norte, atual Zâmbia.
1991Fernando Collor de Mello faz a primeira grande privatização de uma estatal - a siderúrgica mineira Usiminas, localizada em Ipatinga.
1998 — Lançamento da sonda Deep Space 1.
2001 — Criação no Brasil da RENER (Rede Nacional de Emergência de Radioamadores).
2003 — Encerramento dos voos comerciais com o Concorde.
2008 — "Sexta-feira negra", início da Crise do Crédito, a maior crise econômica mundial desde a Grande Depressão.
2011 — A Ponte Rio Negro é inaugurada.

Nascimentos
1836Ramalho Ortigão, escritor e polemista português (m. 1915).
1915Bob Kane, cartunista e criador do Batman (m. 1998).
1932 - Ziraldo, quadrinista, chargista e escritor brasileiro.
1939 - Rosamaria Murtinho, atriz brasileira

Falecimentos
1917William James Herschel, inventor da moderna papiloscopia (n. 1833).
1923Boris Sidis, psicólogo estadunidense (n. 1867).
1929Amadeu Amaral, escritor brasileiro (n. 1875).
1957Christian Dior, estilista francês (n. 1905).
2005Rosa Parks, ativista estadunidense pelos direitos civis dos negros (n. 1913).
Wikipédia

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Cristiano Ronaldo é eleito o melhor jogador do mundo pela quinta vez

23/10/2017 20h50
Brasília
Jorge Wamburg - Repórter da Rádio Nacional

O português Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, foi escolhido hoje (23) melhor jogador do mundo da Fifa pela quinta vez. Ele havia ganhado em 2008, 2013, 2014 e no ano passado. Com cinco premiações, o português se iguala ao argentino Lionel Messi.

Junto com Cristiano Ronaldo e Messi, o brasileiro Neymar, do PSG, era um dos finalistas ao troféu de melhor do mundo, mas recebeu apenas 6,9% dos votos. Messi teve 19,25% e Ronaldo, 43,26%.

Além do melhor jogador, a Fifa também elegeu a seleção do mundo, com os melhores jogadores de cada posição. Três brasileiros estão na lista: Neymar e Daniel Alves, do PSG, e Marcelo, do Real Madrid.

A seleção eleita pela Fifa também tem Buffon (Juventus), Sergio Ramos (Real Madrid), Bonucci (Juventus), Modric (Real Madrid), Kroos (Real Madrid), Iniesta (Barcelona), Messi (Barcelona) e Cristiano Ronaldo (Real Madri).

O franco argelino Zinédine Zidane, do Real Madrid, foi eleito o melhor técnico do futebol masculino, e Sarina Wiegman, técnica da seleção holandesa, venceu entre os treinadores de futebol feminino. A também holandesa Lieke Mertens ficou com o prêmio de melhor jogadora do mundo.

O Prêmio Puskas, atribuído ao gol mais bonito, foi para o jogador francês Giroud, do Arsenal, da Inglaterra, marcado contra o também inglês Crystal Palace.

Edição: Luana Lourenço
http://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2017-10/cristiano-ronaldo-e-eleito-melhor-jogador-do-mundo-pela-quinta-vez

Mais de 3 milhões de candidatos já consultaram local de prova do Enem

23/10/2017 17h06
Brasília
Sabrina Craide – Repórter da Agência Brasil

Mais de 3 milhões de candidatos já consultaram o local onde farão o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O cartão de confirmação da inscrição, que contém a informação sobre o local da prova, foi disponibilizado na última sexta-feira (20).

O número representa cerca de 45% do total de 6,73 milhões inscrições confirmadas no Enem. Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a Paraíba é o estado com o maior percentual de estudantes que consultaram o local de prova: 57%. No Ceará, 55% dos participantes já consultaram o cartão e, em Pernambuco e no Rio Grande do Norte, 53%. O Amazonas tem o menor número de acessos: 30%

O acesso ao cartão pode ser feito na Página do Participante e também no aplicativo do Enem para celular. Além do local de prova, o documento também informa o número de inscrição, a data e hora das provas, a opção de língua estrangeira escolhida e os atendimentos específicos ou especializados, caso tenham sido solicitados.

O Inep recomenda que, após conhecer o lugar onde fará a prova, os candidatos façam o trajeto antes do dia do Enem e verifiquem a distância, o tempo gasto e a melhor forma de chegar, para evitar atrasos no dia da aplicação.

O Enem será realizado em dois domingos: em 5 de novembro, serão aplicadas as provas de linguagens, códigos, redação e ciências humanas e, no dia 12 de novembro, as de ciências da natureza e matemática. O exame será aplicado em 1.724 municípios, para 6.731.203 inscritos.

Edição: Nádia Franco
Agência Brasil

Semana de combate ao Aedes aegypti mobiliza mais de 210 mil instituições

23/10/2017 10h04
Brasília
Andreia Verdélio – Repórter da Agência Brasil

Começa hoje (23) a Semana Nacional de Mobilização dos setores da Educação, Assistência Social e Saúde para o combate ao Aedes aegypti em mais de 210 mil unidades públicas e privadas do país. A ação, promovida pelo governo federal, visa a alertar a população sobre a importância de combater, ainda antes do verão, o mosquito transmissor de doenças como dengue, zika e chikungunya. O maior volume de chuvas do período facilita a reprodução do Aedes aegypti.

No total, serão mobilizadas 146.065 escolas da rede básica, 11.103 centros de assistência social e 53.356 unidades de saúde. A articulação é feita pela Sala Nacional de Coordenação e Controle, que reúne os ministérios da Saúde, da Integração, da Defesa, do Desenvolvimento Social e da Educação, a Casa Civil e a Secretaria de Governo da Presidência da República, além de outros órgãos convidados.

Segundo o Ministério da Saúde, as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti têm tido queda no número de casos - Arquivo/Agência Brasil

Segundo o Ministério da Saúde, estados e municípios têm autonomia para definir quais ações serão realizadas para mobilizar as áreas. Mas a orientação é que sejam promovidas atividades que envolvam a prevenção e o combate ao Aedes, como mutirões de limpeza, distribuição de materiais informativos, realização de rodas de conversa educativas, oficinas, teatros e gincanas.

“Não podemos baixar a vigilância. É melhor cuidar do foco do mosquito do que sofrer as consequências de não ter feito essa iniciativa. Vamos reforçar, ainda mais, a necessidade de eliminar os criadouros, convocando toda a sociedade para esse trabalho já antes do verão, quando começam as chuvas”, disse o ministro da Saúde, Ricardo Barros, em nota.

Instalada para o enfrentamento à microcefalia, desde o final de 2015, a Sala Nacional de Coordenação e Controle é articulada pelo Ministério da Saúde e tem como objetivos gerenciar e monitorar as ações de mobilização e combate ao Aedes aegypti. Como parte das atividades, no primeiro semestre deste ano foram vistoriados mais de 151,8 milhões de domicílios, estabelecimentos de ensino, saúde e de outras finalidades, além de edifícios em construção, para eliminar possíveis focos do mosquito.

De acordo com o Ministério da Saúde, as doenças transmitidas pelo Aedes aegypti têm tido queda expressiva em todo Brasil. Até 2 de setembro deste ano, foram notificados 219.040 casos prováveis de dengue em todo o país, uma redução de 85,2% em relação ao mesmo período do ano passado (1.483.623 casos).

Também foram registradas 171.930 notificações de casos prováveis de febre chikungunya. A redução é de 34,2% comparado ao ano anterior, quando foram registrados 261.645 casos. Em relação ao Zika, os casos caíram 92,6%. Foram registrados 15.586 casos prováveis em todo país, enquanto em 2016, o Brasil registrou 211.487 notificações.

Edição: Lidia Neves
Agência Brasil

Justiça determina transferência de Sérgio Cabral para presídio federal

23/10/2017 16h24
Rio de Janeiro
Vladimir Platonow - Repórter da Agência Brasil

O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral, está preso desde novembro - Fernando Frazão/Agência Brasil

O juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal, determinou a transferência do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral para um presídio federal. O magistrado atendeu ao pedido feito pelo procurador federal Sergio Pinel, que alegou falta de segurança no presídio onde Cabral se encontra, em Benfica.

Pinel considerou que Cabral, durante o interrogatório desta segunda-feira (23), comentou saber informações sobre a família de Bretas, que trabalharia no setor de bijuterias, o que comprovaria que ele tem acesso a informações privilegiadas dentro da cadeia.

"O que levou o Ministério Público Federal (MPF) a requerer a transferência de Sérgio Cabral foi uma afirmação no seu interrogatório de que teria obtido na prisão informações a respeito da vida da família do magistrado. Isto o MPF acha que é muito grave. A prisão não tem sido suficiente para afastar o réu de informações de fora da cadeia e levou a pedir sua transferência", explicou Pinel.

Cabral está preso desde novembro do ano passado, após as investigações da Operação Calicute, desdobramento da Lava Jato que prendeu o ex-governador e várias pessoas ligadas a sua gestão no governo. Em maio ele foi transferido de Bangu 8, no Complexo Penitenciário de Gericinó, para a Cadeia Pública José Frederico Marques, no bairro de Benfica.

O advogado Rodrigo Roca, que defende Cabral, considerou a decisão arbitrária e disse que vai recorrer. "Arbitrária, ilegal e nós vamos levar ao conhecimento do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, para que ele decida e dê a última palavra. Se for necessário, vamos aos tribunais de Brasília", disse Roca, ressaltando que a decisão representa cerceamento à defesa.

Edição: Amanda Cieglinski
Agência Brasil

Governo libera R$ 11 milhões para escola do relator da denúncia contra Temer

MF Marcelo da Fonseca
postado em 23/10/2017 06:00 / atualizado em 23/10/2017 15:42

Deputado que fez parecer favorável a Temer na segunda denúncia contra o presidente recebeu dinheiro do financiamento estudantil
(foto: Antonio Cruz/ABR)

A Fundação Presidente Antônio Carlos (Fupac), instituição universitária criada pelo deputado federal Bonifácio de Andrada (PSDB), recebeu em 2017 mais de R$ 11 milhões do governo federal por meio de empréstimos e financiamentos para estudantes. O parlamentar relatou a segunda denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB) na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados e deu parecer pelo arquivamento da denúncia contra o peemedebista. Seu parecer foi aprovado na comissão e será votado em plenário na quarta-feira.

O cenário das instituições ligadas à Fupac – da qual o deputado é presidente e reitor licenciado – é diferente do panorama de crise enfrentado no financiamento estudantil desde 2016. No ano passado, segundo o Censo da Educação Superior, do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas (Inep), o número de matrículas caiu por causa da crise econômica. Foram 190 mil estudantes a menos matriculados no ensino superior. Neste ano, o cenário continuou ruim. Em fevereiro, o ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM), anunciou a redução de 29% nos investimentos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Na contramão do cenário nacional, a Fupac quase dobrou os valores recebidos pelo governo federal por meio do Fies. Segundo dados do Portal da Transparência e do Sistema Integrado de Administração Financeira do governo federal, em 2015, a instituição recebeu R$ 6.573.987,02 em repasses diretos do governo. Em 2016, os repasses pularam para R$ 13.783.156,70 – mais que o dobro em relação ao ano anterior.

Neste ano, até o início do mês, foram repassados à Fupac R$ 11.447.799,83 por meio de concessões de empréstimos para o Fies e R$ 11.787,57 por meio do Fundo de Desenvolvimento da Educação. A maior parte das liberações aconteceram nos meses de junho e julho, quando foram repassados mais de R$ 7 milhões à Fupac. Procurado pela reportagem, o deputado Bonifácio Andrada não atendeu as ligações. A assessoria da Fupac foi procurada, mas também não respondeu.

A Universidade Presidente Antônio Carlos (Unipac) foi criada pelo deputado em 1963, com duas unidades em Barbacena. Logo depois a instituição se expandiu para outros municípios mineiros e foi criada a Fundação Presidente Antônio Carlos, que administra as faculdades do grupo. O nome da instituição é homenagem ao ex-governador de Minas, ex-deputado, ex-senador e ex-ministro da Fazenda, Antônio Carlos de Andrada (1870-1946).

Parecer pró-Temer
O deputado tucano que relatou a denúncia contra Temer enfrentou resistência dentro do próprio partido ao ser indicado para apresentar o parecer sobre a acusação de obstrução de Justiça e organização criminosa. Após se recusar a deixar o cargo de relator, Bonifácio viu o líder do PSDB na Câmara, Ricardo Trípoli, retirar sua indicação para a comissão. No entanto, em uma manobra do Palácio do Planalto, o PSC liberou uma vaga do partido para que o tucano permanecesse como relator.

Em seu parecer, favorável ao presidente Temer, Bonifácio Andrada criticou a Procuradoria-Geral da República (PGR) e afirmou que a peça apresentada pelo ex-procurador-geral Rodrigo Janot se baseava em “gravações criminosas” feitas pelos empresários da J&F.

Para o parlamentar, o Ministério Público tenta criminalizar a política e fragilizar os Poderes Legislativo e Executivo. “O MPF hoje, órgão poderoso do nosso sistema, que domina a Polícia Federal, mancomunado com o Judiciário, trouxe para o país desequilíbrio na relação entre os poderes da República”, afirmou o relator. “Não há nenhuma prova real ou concreta que o presidente tenha tomado providência ou atitude para dificultar investigações. Conclui-se pela impossibilidade da denúncia contra o presidente Michel Temer”, finalizou Andrada.

https://www.em.com.br/app/noticia/politica/2017/10/23/interna_politica,910577/r-11-milhoes-para-escola-do-relator-da-denuncia-contra-temer.shtml

Inscrições abertas para a 7ª Conferência Estadual de Políticas Sobre Drogas

«Outubro 2017»
Já estão abertas as inscrições para a 7ª Conferência Estadual de Políticas sobre Drogas, evento para fomentar o debate sobre “Políticas Públicas sobre Drogas para a Juventude”. O encontro acontece nos dias 30 e 31 de outubro de 2017 (segunda e terça-feira), no Centro de Convenções do município de Mariana.

Diversos profissionais da área participam do evento. O produtor musical, João Estrela, que inspirou o filme “Meu nome não é Johnny”, é um dos palestrantes.

A conferência é um espaço anual para que representantes do poder público e a sociedade civil possam debater os temas importantes voltados para a prevenção às drogas e, a partir das discussões, desenhar os próximos passos da política sobre drogas no Estado.

Os interessados podem se inscrever até o dia 26 de outubro de 2017 (quinta-feira).


http://www.agenciaminas.mg.gov.br/evento/inscricoes-abertas-para-a-7-conferencia-estadual-de-politicas-sobre-drogas

PM apreende 2 toneladas de maconha e 40 armas de uso restrito em Divinópolis

postado em 23/10/2017 12:06 / atualizado em 23/10/2017 12:32
Drogas e armas estavam escondidas em carga de farinho de trigo em carreta que deixou o Rio de Janeiro e tinha Contagem, na Grande BH, como destino final(foto: Polícia Militar/ Divulgação )

Em operação na manhã desta segunda-feira, a Polícia Militar apreendeu cerca de 2 toneladas de maconha e 40 armas de uso restrito às forças policiais na zona rural de Divinópolis, na Região Central de Minas Gerais. 

De acordo com a corporação, os produtos ilícitos estavam no baú de uma carreta estacionada em uma chácara às margens da MG-050. Os policiais chegaram ao local por uma denúncia anônima de desmanche. O homem que dirigia o veículo disse aos militares que a carga era de drogas e armas e que recebeu R$ 5 mil para fazer o transporte do Rio de Janeiro para Contagem, na Grande BH.

As drogas e armas estavam escondidas em meio a 3.760 sacos de farinha de trigo. Ao todo, foram apreendidas 30 pistolas de calibre ponto 40 e 10 de calibre 9 milímetros, ambas de porte restrito das forças policiais. As armas eram preparadas para rajadas que aumentam os disparos em pequeno intervalo de tempo. Diversas barras de maconha também foram encontradas. Os policiais devem terminar de contabilizar toda a carga da droga no início desta tarde. Entretanto, a PM acredita que a apreensão seja de, aproximadamente, 2 toneladas de maconha. 

O motorista da carreta foi detido após revelar os detalhes do transporte aos policiais. Um homem identificado como Marquito Teixeira, que já possui passagens criminais, foi preso quando se preparava para descarregar as drogas e armas na chácara. Policiais suspeitam que Marquito seja o receptor e dono da carga. Uma mulher também foi detida no local, suspeita de estar envolvida na ação. Ela seria, segundo a PM, esposa de Marquito. 

O tenente coronel Marcelo Augusto, do 23º BPM, acredita que a apreensão das armas pode ajudar também no combate aos ataques em caixas eletrônicos. "A apreensão é muito significativa na Região Centro-Oeste. Nós temos tido muitos problemas com ataques a caixas eletronicos e, em via de regra, as armas utilizadas na nossa região são pistolas. É uma apreensão que impacta na bandidagem. Nós quebramos a banca dos bandidos de Divinópolis e isso vai corroborar com a diminuição significativa da criminalidade na cidade."

Um outro suspeito conseguiu fugir após a chegada dos policiais e ainda é procurado. A ocorrência será encerrada na Polícia Federal de Divinópolis. 

Preso por receptação e adulteração 
Em março de 2015, Marquito Teixeira, na época com 35 anos, já havia sido preso pela Polícia Civil por receptação e adulteração de veículos. Ele era apontado como responsável por manter em funcionamento um galpão na Zona Rural de Divinópolis, Região Centro-Oeste do estado, onde os veículos roubados eram desmanchados.

https://www.em.com.br/